terça-feira, outubro 27, 2009

Dos ventos de Campinas

Adoro os dias de primavera como os que vejo agora. Da janela lateral uma árvore frondosa balança ao ritmo de um vento suave, jogando suas flores amarelas sobre a calçada. Uma das manhãs mais bonitas que Campinas me deu. Um movimento tão poético, quanto o sentimento que alimento agora. Tão sereno quanto o vento que toca meu rosto e tão sutil que muitos olhos apressados não conseguem perceber. Por hora sei que meu dia começa melhor e com a certeza Campinas me traz bons ventos. Se ainda há quem prefira se ocupar dos detinos alheios, desejo que ganhem força os versos de Fernando Pessoa: "Segue o teu destino/ Rega as tuas plantas/ Ama as tuas rosas. /O resto é a sombra de árvores alheias."

7 comentários:

junior valler disse...

fantastico

luiza disse...

Parabéns Lillian Bento!!

Olhar para os lados , nos mostra o qto a vida é bela...o sol é amarelo..e as pipócas pulam...rsss..
bjsss...

Lídia disse...

um texto bem revelador do seu estado de espírito agora... fico feliz! Bjim!

SputNik@ disse...

Belo texto, mocinha! E só agora descubro o seu blog, hein??? Bom pra poder matar as saudades! Ah.. e muitas flores lindas, perfumadas e colotidas pra vc... em todas as manhãs... até nas de inverno... rs

Nina disse...

Só o espírito agradecido ao criador, tem olhos d`alma para ver o balouçar das entrelinhas da vida que nos mostra o quanto é belo viver!!!ouvir o vento e ver as flores aquieta e acalma as dores...

a. nobre disse...

"Da janela lateral uma árvore frondosa balança ao ritmo de um vento suave, jogando suas flores amarelas sobre a calçada."

gostei dessa sentença, mas pelo tremendo esforço de imaginar a cena, comparável apenas ao que teve essa árvore para metar seus galhos e folhas para fora da janela só para se refrescar no ritmo suave do vento enquanto sujava a rua de seu andar. só podia ser em campinas esse prédio algo "unheimlich".

luiza disse...

O mesmo vento que leva..tbm traz...
bjss...