quinta-feira, setembro 13, 2007

Quanta saudade!


Uma foto me fez recordar. Tive saudades do tempo em que minha vida era um livro aberto de fato. Não havia o que esconder, o que ocultar. Agora preciso de cadeado, preciso da omissão. As páginas escritas já não agradam algumas pessoas que amo, então fechei-me. Mas não gosto destas armas. Iniciei um momento minimalista e me esforço para reduzir o que não pode ser lido. Mas não é mais possível ser tão minimalista quanto antes, na época desta foto, por exemplo.Eu (de biquini azul ao centro) com a cabeça repleta de fantasias e esperanças, a maioria já desfeitas. Saudades, nostalgia e tristeza por saber que muito disso ai existe mais. A Chapada dos Guimarães continua lá no Mato Grosso, mas a água desta cachoeira já se foi, as almas dessas pessoas já foram modificadas, as folhas dessas árvores já cairam. E eu transformei-me em um livro com cadeado.






Um comentário:

CresceNet disse...

Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o CresceNet. O CresceNet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Cresce.Net(www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. (If he will be possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll I thankful, bye friend).