sábado, maio 29, 2010

"Meu cravo pessoal de defunto"

As árvores dos bosques, muros e paredes. Superfícies escolhidas pelos apaixonados para grafar nomes e declarar amores.

Por aí já vi coisas como:

João e Maria...
Ricardão, meu amorzão...
Rodriguinho, meu amorzinho...
Victor, sem você não vivo...
Rômulo e Tarcísio...
Juvêncio e Clementina...

E tantas outras declarações de amor que me lembram os versos de Carlos Drummond de Andrade:

"Amor-mais-que-perfeito. Minha urze. Meu cravo- pessoal-de-defunto. Minha corola sem cor e nome no chão de minha morte. "

Morte essa iminente a quase todos esses amores solidificados em superfícies tão efêmeras quanto algumas dessas histórias de amor. Estaria a Maria ainda apaixonada pelo João? O Ricardão seria ainda o amorzão da anônima que feriu a inocente árvore para bravar sua paixão?

Superfícies. Superficiais. Eternos e efêmeros...

Eu, eu prefiro não usar as superfícies. Até devo ter feito isso na adolescência em algum caderninho, mas confesso ter esquecido. Prefiro não registar versos baseados em um pseudo ideal de felicidade e frases feitas.

Acredito em um outro amor, um amor pouco romântico, menos melado e menos regado a ápices de alegria e picos de tristeza e sofrimento...

Como lembra Moska ...

"A virtude do amor é sua capacidade potencial de ser construído, inventado e modificado.
O amor está em movimento eterno, em velocidade infinita.
O amor é um móbile.
Como fotografá-lo?
Como percebê-lo?
Como se deixar sê-lo?
E como impedir que a imagem sedentária e cansada do amor não nos domine?
Minha resposta? O amor é o desconhecido.
Mesmo depois de uma vida inteira de amores,
O amor será sempre o desconhecido(...)"

Desconhecido e fluido. Muito além de muros, paredes e árvores! Muito além das fórmulas e de meladas declarações. Um amor de outro tipo...


4 comentários:

Marina Mercante disse...

"O amor, eu não conheço.
E é exatamente por isso que o desejo e me jogo do seu abismo,
me aventurando ao seu encontro.
A vida só existe quando o amor a navega."

JornaLillian disse...

Ma, eu amo vc! rs

Marina Mercante disse...

;)

Idem, baby!

Saudades daqueles nossos papos "cabeça"... por isso vim aqui "conversar com seu blog"...

llq disse...

pretty good post. I lawful stumbled upon your blog and wanted to command that I get really enjoyed reading your blog posts. Any condition I’ ll be subscribing to your maintain and I hope you despatch again soon bridal jackets.