segunda-feira, maio 31, 2010

Olhos e olhares perdidos

To sentindo falta de mim
Olho na cidade e não me vejo
Olho no espelho e não me encontro
Olhos estranhos me contemplam
Olhos distantes me observam
E eu desvio os olhos,
Fecho os olhos
E é neste momento que me vejo
Me vejo distante
Me vejo além
Me vejo inquieta
Me vejo triste
Me vejo alegre
Me vejo longe...
Longe desta imagem que agora contemplo no espelho.
Miro meu olhar que agora chora...
Continuo a me procurar

Lillian
(31.05.2010)

2 comentários:

Nightfly disse...

Lilli, estamos sim na mesma fase. Uma sensação de ausência da essência, um branco permanente, "olhares perdidos"...

Será o inverno congelando nossos pensamentos, endurecendo nossa alma?
=) Mtos beijos!

Marina Mercante disse...

Será que sou eu?